Aqui, há uma linha que separa o teu mundo, do meu imaginário. Aqui não há protagonistas, há protagonizados. Aqui não há espaço para políticos e suas políticas, há Pessoas que são parte do meu espaço... E quem sabe, não serás tu, seja lá quem fores, o próximo contemplado... Pedro Manaças

terça-feira, 4 de dezembro de 2012

Florbela Espanca

Florbela Espanca (Flor Bela de Alma da Conceição Espanca), nasceu em Dezembro de 1894, em Vila Viçosa e foi uma poetisa portuguesa. Em 1903 escreveu o primeiro poema de que temos conhecimento "A Vida e a Morte". Concluiu o curso de letras em 1917 e inscreveu-se em direito, sendo a primeira mulher a frequentar este curso na Universidade de Lisboa. A morte do seu irmão Apeles num acidente de avião, abala-a gravemente e inspira-a para a escrita de "As Máscaras do Destino". Tentou o suicídio em Outubro e Novembro de 1930, quando nasceu a sua obra "Charneca Em Flor". Após um diagnóstico de um edema pulmonar, suicida-se no seu dia de aniversário a 8 de Dezembro de 1930.

4 comentários:

  1. Adoro a Florbela Espanca!

    Fazes uma caricatura linda da Lena D'Água?

    OK?

    abraço!

    ResponderEliminar
  2. Mas não digas nada lá no meu blog que é para ser surpresa!

    abraço!!!

    ResponderEliminar
  3. Obrigado Hugo! Epá, mas Lena d'Água não, ok? Um abraço e bom ano ;)

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...